Pesquisar este blog

sexta-feira, 31 de março de 2017

Pokémon para 3D&T - Batalhas

Existem algumas poucas diferenças entre uma batalha normal de 3D&T e uma de pokémon. A principal é que ao usar comando de aliado, o pokémon não subistitui sua Habilidade pela do treinador. Além do treinador não ter exatamente essa caracteristica, isso desiquilibraria o jogo. Entretanto, veja abaixo um subistituto opcional.

Reforço: durante a batalha, o treinador pode, com uma ação livre, dar um incentivo maior ao seu pokémon. Isso se traduz em um bonus para ele. O reforço, que dura apenas um turno, consome 2PH e confere um destes efeitos :
  • Soma seu valor de Agressividade à Força ou Poder de fogo do Pokémon. 
  • Soma seu valor de Técnica a Habilidade do Pokémon. 
  • Soma seu valor de Resistência a Resistência ou Armadura do Pokémon. 
  • Desconta metade do seu valor em Charme a Resistência ou Armadura do Pokémon adversário. 



Regras do combate 


Antes do combate, os treinadores decidem quantos pokémons usarão, se permitem trocas, e se quiserem fazem suas apostas.  O jogador só ganha pontos de experiencia se obedecer as regras e pela batalha completa, não por cada pokémon usado. Mas cada pokemon não nocauteado no combate que você vença é considerado vencedor, para proposito de progressão de ficha.

Decidido tudo, os pokémons são liberados. Entrar/sair de uma pokébola consome um movimento do pokémon, e mais um movimento para rolar sua iniciativa. A partir daqui, o combate segue como qualquer outro de 3D&T. Dependendo do combinado, um treinador pode trocar seu pokémon na sua vez. O novo pokémon deve rolar sua própria iniciativa.

Como regra, os pokémons sempre tiram 1,2 ou 3 em seus testes de morte. Ou apenas em batalhas contra pokémons treinados (que sabem se segurar sua força).

Treinadores podem lutar entre si e pokémons. Para isso, eles usam FA= AGR ou CHAR + TEC e FD = TEC+ RES. PdF pode ser conseguido com vantagens, ou equipamento (de mega city e manual do defensor. Adapte os valores para pontuação de treinadores). 

Note que geralmente um treinador enfrentando um pokémon NÂO o esta machucando, e sim o domando. Pense em um peão segurando um touro pelos chifres (tá,  um bom peão, nao um imbecil). O pokémon perde pontos de magia, e se estes chegar a 0 ele esta manso. Caso o treinador realmente queira machucar o pokemon, este sofre apenas metade do dano, exceto se estiver usando um equipamento.
Eu poderia pegar uma imagem melhor, mas esse infeliz não merece.
Veja outros links da adaptação aqui.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adaptação: Hi-Brazil para 3D&T- Don Zeca I.Xão

Esse artigo visa adaptar o personagem Zé do Caixão, do cineasta José Mojica Marins; para o cenário de Hi-Brazil; criado por Marcelo Del Debb...