Pesquisar este blog

sábado, 2 de junho de 2018

Desenhos animados para 3D&T

A Dragão Brasil 130 trouxe uma matéria adaptando Desenhos animados para 3D&T. Esse era um antigo projeto meu, mas que foi sendo adiado. Bom, a DB me passou a perna. Isso não significa que não posso fazer algumas colaborações.


Você não precisa da DB 130 para usar essas regras. Embora a matéria deles esteja relativamente mais completa, nada lá é indispensável. Não copiei nenhum regra, mas apresentei outras as vezes parecidas.


3D&T: Desenhos & Travessuras

O próprio 3D&T já é baseado em animações, japonesas especificamente. Ele já cobre um estilo mais solto e menos preso a realidade. Mas, obviamente, Cavaleiros do Zodíaco não é igual à Looney Tuunes. Embora muitos efeitos estéticos possam ser apresentados sem problemas em 3D&T (como tirar objetos do nada), existem umas regras que podem ser adotadas.

Gente, Animal e bicho: personagens animais são muito comuns nos desenhos. Isso não costuma ser problema até você se perguntar por que o Pateta fala e o Pluto não. Então, é por que o Pateta é gente e o Pluto é um animal.
"Gente" é qualquer coisa (mesmo) que é reconhecido como cidadão, pessoa. Ninguém fica estranhando ou perguntando o que ele é, ou esperando algo dele pela espécie. Não faz muita diferença se o Mickey é um rato, nenhum gato vai vir devorar ele; o Pateta não vai ser distraído por um osso; e o Pepe Legal anda à cavalo. As vezes o personagem pode ter referências ao animal que ele é (como o Donald morar num barco, na água), mas não passa disso.
Já um "animal"  é um animal mesmo. Ele age como um, tem desejos de um, e é tratado como um. O Scooby-doo faz qualquer coisa por comida, não fala direito, e não se importa em usar coleira, comer na tigela, etc. Como podem perceber no exemplo do Scooby, isso não limita exatamente o personagem, mas o coloca em uma posição inferior. Outros exemplos são Tom, Jerry, Garfield, Maguila, Piu-piu, Frajola, Frangolino,  etc.                                                                             E tem os "bichos" que ficam no meio termo. Eles fazem coisas de gente sem problema, mas também tem hábitos, costumes e impulsos animais. O modo como eles são tratados também fica num meio termo, geralmente isso importá de acordo com a história. Muitos personagens de Hanna-Barbera se encaixam aqui, como Zé Colmeia, Tutubarão, Mutley, e por aí vai. Pernalonga e Patolino também são bons exemplos.
Claro, nada disso é muito respeitado sempre, mas é um bom parâmetro. As vezes, como no caso do Pica-pau, o que ele é muda a cada episódio.

Lógica hilária: sempre que algo perigoso acontecer com o personagem, como cair de um penhasco, levar um tiro, etc; o personagem pode gastar 2 PMs e fazer um teste de Armadura. Se passar, algum efeito engraçado acontece (só funciona se for engraçado) e ele sai são e salvo. Nos exemplos anteriores, o personagem finge que não olhou pra baixo no penhasco, ou botou o dedo no cano da arma. Se houver um NPC (ou até jogador) que queira sua falha ele pode gastar 2PMs e fazer um teste de Habilidade para gerar outro efeito engraçado que negue o seu. E isso pode seguir até alguém falhar, ficar sem PMs ou perder a graça.

Morte: personagens de desenho não morrem. Quando chegam a 0PVs fazem um teste de Resistência: se passar, recupera 1PV, mas fica cambaleante (-1 em todas características e apenas uma ação ou movimento por turno), com passarinhos, estrelas ou outra coisa girando em volta da sua cabeça, podendo ser curado ou descansar. Se falhar, desmaia e volta apenas na próxima cena. A morte só acontece quando o mestre quer, geralmente como parte da história: o personagem vai pro céu ou inferno, ou vira um fantasma, mas logo volta ao mundo normal, geralmente com uma missão do além... ou com a vantagem única Anjo, Demônio ou Fantasma.
Percebeu que quase todos vilões de hora de aventura morrem? E de um jeito horrível? 

Campanha

Agora você pergunta: como se faz uma campanha de desenhos? Bem, você pode seguir o esquema apresentado abaixo, que montei observando algumas séries, separando em fases.

Fase 1 (novato): cotidiano
Nessa fase os personagens apenas estão em seu lugar comum. Pode ser uma cidade, uma floresta, uma casa, etc. Exemplos: a casa dos donos do Tom (Tom & Jerry), a floresta onde Pernalonga e Patolino vivem.

Fase 2 (lutador): Temático
Aqui os personagens estão, por algum motivo ( ou nenhum) num lugar diferente. Por exemplo, quando os personagens estão no velho oeste ou no futuro (novamente, citando Tom e Jerry e Looney tunes).

Fase 3 (campeão): Paródias
É parecido com o temático, mas a referência é a uma história/filme/conto específico (ou vários). Os personagens podem saber que estão na história, e tentar concertar ou atrapalhar tudo.
Opcional: nas paródias, os personagens podem alterar sua pontuação para cada aventura. Ou em cada aventura recebe uma quantidade de pontos extras, para representar uma adequação ao novo papel.

Fase 4 (lenda): a série
Agora que os personagens já são famosos , tá na hora de uma série mais elaborada, com episódios com sequência, continuidade. Existe um objetivo final a ser alcançado. Como exemplos posso citar o desenho Lunáticos a solta (onde os Looney Tunes estão num mundo cyberpunk, eu acho), Scooby-Doo Mistério S.A (ou os treze fantasmas de Scooby-Doo).


Novo kit para desenhos animados (encontre mais na DB 130):


Ajudante
Exemplos: Babalu (Pepe Legal), Muttley (Corrida Maluca).
Exigências: Devoção (a um dos outros jogadores)
Você não está aqui para chamar a atenção, exceto como isca. Dedicado a ajudar o astro da história, você torce para ele, obedece suas ordens e o tira de enrascadas.

*Faça alguma coisa!: você é muito bom em executar ordens. Sempre que o alvo de sua devoção lhe der uma ordem imediata (algo que deva ser feito agora), você recebe um bônus de + 2 em testes  enquanto a obedece.
*Pega ele, chefe!: Na hora da briga, ninguém pode com seu chefe, pelo menos é o que você acredita. Durante um combate você pode gastar 2PMs e uma ação torcendo para um dos seus companheiros. Ele recebe os benefícios da vantagem Torcida (se já a possuía, o bônus e a penalização do oponente são dobrados).
*Tá na mão, chefe!: você tem sempre algo útil para seus companheiros. Gaste 2PMs, role o resultado e alcance para seu companheiro (não funciona em você).
1. Sanduíche: recuperá 1D PVs.
2.Café: recuperá 1D PMs.
3.Guia prático sobre o que quer que estamos fazendo: um sucesso automático no próximo teste de perícia.
4.Chegou sua encomenda, chefe!: um objeto qualquer (feito com metade de sua pontuação), que dura 1D turnos em combate, ou uma cena.
5. Guardei para você, chefe!:  gaste mais 1PM e role a tabela aleatória do Kit de seu aliado.
6. A conta: tão alta que o alvo perde 1D PMs, e não pode usar as Vantagens Patrono e Riqueza por 1dia.

Encantados- Cuca-fera

Cuca-fera “Primeiro eu como uma perninha. Depois a outra. Aí é um braço de cada vez. Então finalmente como a cabeça e por fim o resto...